Home

“HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS” (HISTORIES EXTRAORDINAIRES)*

histoires-extraordinaires-1968-11-g

São três estórias do filme baseadas, ou melhor, vistas por três diretores de contos de Edgar Allan Poe. Dizemos “vistas” porque de Poe possuem pouca coisa.

A primeira ( a pior de todas), de Roger Vadim, parte do conto intitulado “Metzengernstein” e resulta em obra apenas plasticamente bonita. Também a presença de Jane Fonda é outro atrativo.

O segundo conto, “William Wilson” é, na nossa opinião, o melhor de todos. Na direção, o competente Louis Malle (“Trinta Anos Esta Noite”) parece que foi quem mais se aproximou do famoso autor. O resultado é um episódio fascinante com bons momentos de cinema (muito bem construída a cena do jogo). Como intérpretes principais, Alain Delon e Brigitte Bardot.b

E finalmente, o terceiro, do não menos consagrado Federico Fellini que parte também do conto intitulado “Toby Dammit”.

Aqui a deformação é completa e Poe nunca está presente, apenas Fellini, o que também significa muita coisa: um episódio interessante que vale mais pela atuação de Terence Stamp.

Em suma, um filme desigual, como quase todos os realizados em episódios, mas que merece ser visto.

Status do filme: Regular.

Roberto Bandeira (crítico de cinema)

*Texto retirado da obra Minicríticas de cinema, 1984 de Roberto Bandeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s